Todos sabemos que drones serão nosso futuro, mesmo que já existem muitos funcionando perfeitamente para o que foi designado a fazer, ainda é pouco. No futuro eles serão muito usados para as entregas, e outras tarefas, mas para chegar a essa realidade, é preciso que a população confie neles.

Por exemplo, drones utilizados para a atividade comercial teria que ser capaz de se comunicar uns com os outros de forma eficaz, e em cima disso, fazer com que a população confie nos serviços deles.

E para isso ele deve ter a capacidade de evitar obstáculos de forma autônoma em áreas que não estão familiarizados. Para conseguir isso, Andrew Barry, um estudante de Ciência da Computação do MIT e do Laboratório de Inteligência Artificial (CSAIL), criou um algoritmo stereo vision (extrai informações em 3D e transforma em imagem digital) que permite o drone criar um mapa de seu entorno em tempo real.

O drone, que tem a forma de um avião normal, em vez de um quad helicóptero tem uma câmera em cada asa e dois processadores.

 

Veja o vídeo abaixo:

 

“As invenções são, sobretudo, o resultado de um trabalho teimoso.” Santos Dumont

Achou este artigo útil?? Então siga nossa página para não perder nenhuma novidade.

Autora
AnyKarolyneGaldino

Any Karolyne Galdino – FacebookTwitterInstagram –LinkedIn Google Plus
Estudante de Sistemas de informação e criadora do blogdeti